Muitas pessoas que estão adotando ou comprando um cachorro ou gato pela primeira vez acaba pensando que remédios como os vermífugos devem ser administrados apenas quando os pets ainda são pequenos filhotes. Mas na verdade este é um tratamento que deve ser feito durante toda a vida do animal.

Vermífugos – Saiba quando administrar a medicação

Um vermífugo é um remédio que deve ser dado ao animal para evitar que as lombrigas, também chamadas de vermes, se instalem e se multipliquem no organismo do animal, impedindo assim uma série de doenças que acabam acompanhando estas criaturas.

O grande problema é que como se trata de um tratamento preventivo, muitos donos acabam ficando confusos em relação ao tempo que deve ser respeitado entre uma dose e outra, e muitos acabam simplesmente esquecendo.

Filhotes

Quando os cães e os gatos são filhotes eles geralmente possuem vermes do tipo Áscaris, portanto eles devem passar pelo processo para eliminação do problema. Geralmente a primeira dose do medicamento se dá quando o animal completa as primeiras duas semanas de vida, mas também pode ser dado até o primeiro mês do nascimento.

Depois disso existem mais três doses do mesmo vermífugo utilizado, sendo que eles devem ser administrados de 15 em 15 dias. Vale lembrar que não é recomendado que o filhote seja levado para a rua e tenha contato com outros animais que não seja a sua mãe ou outros animais da mesma ninhada até terminar de tomar todas as doses.

Outra observação importante é que não existe apenas um tipo de vermífugo, e portanto  ele deve ser sempre receitado pelo veterinário depois de uma consulta.

Adultos

Depois disso, tanto cães quanto gatos podem receber uma dose anual do vermífugo. Mas é importante que de tempos em tempos o dono observe as fezes do animal para saber se ele não está com vermes. Neste caso, será preciso levar ele até o veterinário para que seja indicado o remédio mais eficiente para a situação daquele animal.