Por Rodrigo Bueno

publicado em Saúde

As patinhas dos cachorros são estruturas criadas para permitir que eles consigam se movimentar tranquilamente. Suas unhas, estruturas que acabam tendo uma serventia muito maior quando estamos falando de animais que precisam se alimentar sozinhos, estão lá sem muita serventia nos dias de hoje. Mas elas precisam de cuidados.

Unhas do cachorro: confira os principais cuidados

Assim como acontece como nos humanos, as unhas dos cachorros não param de crescer nunca. O que costuma acontecer na natureza é que essas estruturas acabam sendo gastas pelas tarefas do cotidiano, o que acaba não acontecendo quando estamos falando dos animais domésticos.

E, caso elas não sejam cuidadas, podem acabar oferecendo alguns problemas para a saúde dos seus animais de estimação, como machucados que podem acabar surgindo na base da pata, ou até mesmo inflamações mais sérias.

Confira algumas dicas para manter as unhas do seu pet sempre cuidadas:

Corte as unhas periodicamente

Um dos primeiros sinais de que a unha do seu pet precisa ser cortada é quando é possível ouvir os barulhos de “cliques” das unhas batendo no chão. Neste caso, pode ser que já esteja na hora de fazer o corte. Além disso, se o cachorro estiver mancando sem uma causa aparente, pode ser que o tamanho da unha já esteja prejudicando a sua capacidade de movimentação.

Unhas do cachorro: confira os principais cuidados

Utilize instrumentos adequados

Caso o corte seja feito pelo próprio dono do cachorro, é muito importante utilizar acessórios que sejam feitos especificamente para isso. Somente assim as pessoas correrão um risco muito menor de acabar macucando a pata do pet. Além disso, é muito importante também observar a marca escura da unha dos cães, sendo que o corte deve ser feito sempre antes dela.

Trate unhas encravadas

Caso o dono do cachorro observe que ele já está com alguma das suas unhas encravadas, pode ser uma boa levar ele em um profissional que vai conseguir fazer o tratamento de uma forma adequada. Além disso, o pet pode estar mais sensível nessa área, o que pode acabar dificultando muito um corte caseiro.