Fofuxo.com

Como tratar edemas de pele em cachorros?

Cada situação vivida solicita um pronto socorro diversificado para o pet.

Os edemas existentes na pele dos cães poderão contar com muitas causas, entre elas podemos citar picadas de insetos, fraturas em ossos, alergias, encontros com espinhos, entre diversos outros fatores. Cada situação solicita um tipo de pronto socorro diversificado. Alguns livros existentes no mercado oferecem algumas sugestões que podem ser utilizadas para tratar situações de edemas na pele dos cães.

Como tratar edemas de pele em cachorros?

Mesmo após o tratamento do inchaço, se ele não sumir, e você visualizar dores e incômodos no animal, procure o levar mais rápido possível para os veterinários.

Como deve ser tratado o inchaço na pele do cão

Os edemas que são gerados por infecções ou abscessos por exemplo, podem ser sentidos pelo calor da região ou ainda protuberância percebida com um toque e provocar situações de febre no cãozinho. Nesta situação, o mais interessante a ser feito é uma compressa molhada e quente, que irá auxiliar a atrair a circulação sanguínea para o local e irá facilitar a saída do olho de infecção, fazendo com que o edema acabe por sarar de forma rápida.

Como tratar edemas de pele em cachorros?

Procure pegar uma toalha e molhe em água que seja quente, e aplique a compressa no edema, alterne a aplicação com cinco minutos de descanso, até que o pano possa esfriar, procure repetir o processo ao menos três vezes por dia.

Edemas por fraturas

Se o edema da pele tiver sido gerado por algum trauma brusco, o melhor pronto socorro será aplicado de uma compressa gelada que irá auxiliar a aliviar as dores, e ainda contrair os vasos sanguíneos do local, fazendo que o edema e a inflamação desapareça. Procure colocar uma toalha molhada no freezer e aplique na área afetada por alguns minutos por diversas vezes ao dia, até que este edema se acabe.

Postado em .


Pela Web

Comentários