Os cães por si só são muito curiosos, e sua capacidade de exploração é uma das maiores características caninas, em especial quando os cães ainda são filhotes. Apesar disto, tanta bisbilhotice poderá acabar sendo algo perigoso para a saúde dos animais, no caso de ele se deparar com um sapo venenoso e tentar o pegar.

Sapos podem ser perigosos para cães?

A grande maioria dos sapos são inofensivos, mas existem espécies que são bastante danosas para seu cãozinho, que são os cães do gênero Bufo, como por exemplo o sapo cururu, ou mesmo o sapo boi, que pode até mesmo matar um cachorro.

Ao entrar em contato com o veneno do sapo, o cão poderá ter a substância no seu sistema nervoso e no coração, levando a ter convulsões, colapsos e até mesmo a morte em poucos minutos.

Como agir no caso do pet entrar em contato com sapos?

  • Procure enxaguar a boca do cão com água

Caso você encontre seu cão mordendo um sapo, procure não esperar nenhum tipo de reação dele, e enxague a boca do cão. Isto deverá fazer com que o gosto ruim do sapo saia e reduza a toxicidade, se ele for por exemplo um anfíbio venenoso.

Sapos podem ser perigosos para cães?

É possível ainda se utilizar de uma mangueira ou chuveirinho no banheiro para injetar a água com mais pressão para a boca do cachorro. Outra opção interessante e sem seringas e agulhas são os borrifadores de plantas, procure enxaguar a boca do animal de 3 a 5 minutos.

  • Leve em seguida seu cão ao veterinário

Procure depois de enxaguar a boca do cão, o levar de forma imediata ao veterinário para examinar da melhor forma se ele corre riscos de vida.

Caso seu cão estiver com olhos vidrados e gengiva pálida, estes são alguns sintomas de colapso. Para isto procure molhar uma gaze e limpe a gengiva do cão para remover por completo o veneno que poderá estar grudado. Enrole o cão em uma toalha e o transporte para o carro até o veterinário.