Fofuxo.com

Saiba mais sobre hipotermia em cães

Entenda quando o frio realmente pode causar problemas de saúde para a vida do seu pet.

Com a chegada dos dias mais frios do ano, muitos donos acabam se preocupando bastante com a saúde dos seus cães, especialmente em relação ao frio que os animais possam estar passando. Afinal de contas, não são todos os cachorros que acabam ficando dentro de casa ou confortáveis com roupas.

Saiba mais sobre hipotermia em cães

Uma das coisas que as pessoas precisam saber na relação entre frios e cachorros é o fato de que a temperatura normal de um cão costuma ser um pouco maior do que a dos humanos, cerca de 38ºC. A hipotermia acontece nestes animais quando a temperatura corporal do animal fica em torno dos 32ºC.

Sintomas

Os cães costumam ser mais resistentes ao frio do que os humanos, mas é preciso ficar atento a alguns detalhes para saber se o cachorro está ficando desconfortável com as baixas temperaturas ou não. or exemplo, caso o pet esteja encolhido em um cantinho da casa, é muito provável que ele esteja precisando de um bom cobertor para se aquecer. Tremores também são características comuns em cães não aquecidos.

Saiba mais sobre hipotermia em cães

Outro fator externo que também pode acabar servindo de termômetro para os humanos em relação a temperatura dos cães está localizado na sua orelha. Quando essa parte do corpo fica gelada, é sinal de que realmente o cachorro está sentindo frio e pode dar os primeiros sinais de hipotermia.

Como tratar

Quando o cachorro está tendo os primeiros sinais de hipotermia, aquecer o animal colocando ele em um lugar quente ou cobri-lo com um cobertor pode acabar resolvendo. Já quando a hipotermia chega nos casos mais graves, pode ser recomendado levar o cão para um veterinário, uma vez que o problema pode acabar causando outros problemas de saúde para o cão.

Postado em .


Pela Web

Comentários