Fofuxo.com

Saiba como cuidar de cães com diabetes

Animais podem levar uma vida próxima do normal mesmo tendo a doença.

A diabetes é uma doença que pode trazer consequências terríveis para os humanos e também para alguns animais que desenvolvem o problema, como o caso dos cães. Apesar de ser uma doença que está diretamente ligada aos hábitos alimentares, ela também surge pela predisposição genética.

Saiba como cuidar de cães com diabetes

No caso dos cães, a doença ganha um nome específico: Diabetes Mellitus. Trata-se de uma disfunção hormonal e geralmente pode ser diagnosticada em animais com uma idade um pouco mais avançada, mas também podem surgir quando eles ainda são filhotes. Alguns estudos apontam que as fêmeas acabam desenvolvendo mais predisposição para a diabetes do que os machos.

A doença acaba afetando o pâncreas e consequentemente a capacidade do organismo do animal de produzir a insulina, que ajuda a quebrar as moléculas de açúcar que entram na corrente sanguínea.

Como desconfiar que seu cão está com diabetes

Existem alguns indícios que podem acabar causando acabar apontando para a doença nos cães. Percebe-se rapidamente, com o avançar do problema, que os cães passam a beber uma grande quantidade de água, mais do que estão acostumados. Além disso, os cães também passam a urinar mais frequentemente.

Ao mesmo tempo os cães também começam a perder peso rapidamente. A partir deste momento os ouros sintomas, que são os mais graves, começam a surgir com mais velocidade, como a dificuldade em enxergar que pode levar a cegueira completa e os problemas em alguns dos órgãos vitais, como rins e coração.

Os cães podem ter uma vida normal?

Saiba como cuidar de cães com diabetes

Assim como os humanos, os pets também podem conseguir levar uma vida muito próxima ao normal mesmo tendo diabetes. Nos cães existem basicamente dois tipos de diabetes, o tipo I e II. O tipo II é raro e ao mesmo tempo traz sintomas muito severos para o organismo do animal. Já a diabetes de tipo I pode ser contornada mais facilmente.

Na maioria dos casos os cachorros passam a ter que tomar injeções diária de insulina, sendo que este será um tratamento para o resto da sua vida. Além disso, os donos também vão precisar investir em um alimento específico para diabetes. 

Postado em .


Pela Web

Comentários