Por Rodrigo Bueno

publicado em Saúde

A unha do cachorro, assim como a dos humanos e de outros animais, cresce o tempo todo enquanto os pets estão vivos. E isso exige uma maior atenção de parte dos humanos. Essa é uma estrutura do corpo que ainda não mudou muito no decorrer da evolução dos antecedentes do pet, quando eles ainda tinham que sobreviver na vida selvagem.

Saiba quando cortar a unha do seu cachorro

Mas, nos dias de hoje, os cachorros não precisam mais passar o dia todo caminhando em busca de comida (pelo menos aqueles que possuem a sorte de ter uma casa), ou ainda atacar outro animal para garantir a caça. Por isso, com uma vida mais caseira e tranquila, a unha do cachorro perde muito das suas funções.

Mas elas não param de crescer. E, quando não existe uma manutenção adequada, a unha pode causar uma série de problemas para o pet. Ela cresce e vai dobrando, com sua ponta pegando diretamente na peta, causando dores, ferimentos e afins. E estes ferimentos podem acabar infecionando e se transformando em algo pior.

Quando cortar a unha do seu pet?

Sempre que a estrutura da unha do seu cachorro estiver tocando o chão quando ele caminha é sinal de que elas podem estar muito grandes. O ideal é que somente as almofadinhas das patas dos pets toquem o chão quando estiverem se movimentando. Quando ela está dobrando e virando sua ponta em direção a pata também é um sinal de que a unha precisa ser aparada.

Saiba quando cortar a unha do seu cachorro

Vale ressaltar que alguns cães podem não precisar deste tipo de cuidado. Cachorros que passam muito tempo no pátio e se movimentam bastante, por exemplo, tendem a conseguir controlar o crescimento das unhas, uma vez que elas acabam sofrendo com um desgaste natural.

Como cortar?

O ideal é sempre utilizar acessórios específicos parte corte de unhas de cães, que podem ser encontrados hoje em dia com uma certa facilidade nas casas especializadas. No momento do corte, também é preciso observar a marquinha mais escura da unha, já que o corte deve ser feito sempre antes desta.

Caso o dono não se sinta confortável em realizar este tipo de procedimento, pode ser mais indicado levar o pet até um petshop que realize o corte.