Por Rodrigo Bueno

publicado em Saúde

Assim como acontece com os humanos, os olhos dos cachorros também acabam produzindo o que chamamos popularmente de remela, que nada mais é do que o acúmulo lágrimas produzidas para proteger o olho, mas que se solidifica. Em determinadas raças, elas acabam se tornando mais evidentes, como no maltês, no lhasa apso ou no poodle.

Remela no olho: Confira algumas doenças que causa o problema

Mas, via de regra, todos os cães produzem. Por isso, é muito importante que, de tempos em tempos, os humanos façam uma boa limpeza na região dos olhos do animal. Mas quando os olhos do animal produzem remela em grandes quantidades, pode ser o sinal de que alguma coisa está errada com sua saúde.

Confira algumas doenças que provocam este tipo de sintoma:

Úlcera de córnea

Isso pode estar acontecendo quando a secreção do olho do cachorro for transparente e em grande quantidade. Trata-se de um problema que causa muito incomodo na região dos olhos dos pets e que pode se tornar grave.

Alergias

Cães também possuem alergias. Sendo assim, estas reações podem provocar o acúmulo de remela, já que os olhos costumam ser uma das regiões mais afetadas por este tipo de doença. Dentre as mais comuns está a alergia ao pó da casa de uma forma geral ou ao pólen produzido pelas plantas.

Ceratoconjuntivite seca

Remela no olho

Este é um problema que aparece no olho do pet quando a produção da parte aquosa da lágrima é ineficiente. Neste caso, o principal sintoma acaba sendo justamente o acúmulo de uma grande quantidade de remela no olho, que pode até mesmo inflamar.

Conjuntivite

Uma velha conhecida dos humanos também pode ser um problema dos cães. Eles podem ter tanto a conjuntivite viral quanto a bacteriana e um dos sintomas costuma ser justamente a grande quantidade de remela. A doença pode aparecer em cães de todas as idades, incluindo os filhotes.

Cinomose

Uma das doenças mais temidas entre os donos de cães apresenta uma série de sintomas, sendo que um dos primeiros pode ser o acumulo de remela.