Fofuxo.com

Problemas cardíacos estão entre as maiores causas de morte dos animais doméstico

Doença atinge com certa frequência cães e gatos acima dos 6 anos de idade. A boa notícia é que métodos de diagnóstico estão mais precisos e baratos.

Uma pesquisa que teve seus resultados divulgados recentemente revela que problemas no coração então entre as principais causas de morte entre os animais domésticos aqui no Brasil. Pelo menos 1 em cada 10 cães ou gatos acabam morrendo em decorrência de doenças cardíacas. E um dos principais motivos está no aumento da expectativa de vida dos animais.

Problemas cardíacos estão entre as maiores causas de morte dos animais doméstico

É natural que com o aumento do tempo de vida destes animais eles estejam mais sujeitos a problemas de saúde que não eram encontrados em animais mais jovens ou que morriam mais cedo.

Além disso, profissionais veterinários alegam que o diagnóstico dos problemas dos corações nos animais ainda é complicado simplesmente porque os donos ainda não nutrem o hábito de levar os seus pets para consultas regulares.

Procedimentos simplificados

Problemas cardíacos estão entre as maiores causas de morte dos animais domésticoCom o aumento da quantidade de clínicas veterinárias nas grandes cidades do Brasil, dentro destes centros de atendimento a detecção dos problemas está mais precisa, com uma série de novidades que permitem detectar doenças como insuficiência valvular mitral e tricúspide, hipertensão arterial, dentre outras cardiopatias. Os exames estão mais simples e também mais baratos.

Para facilitar ainda mais, estão chegando ao Brasil algumas novidades tecnológicas bem interessantes nesta área, como um dispositivo para a realização de um eletrocardiograma digital que pode ser carregado facilmente e que vai permitir que os médicos consigam levar os exames até os locais mais afastados dos grandes centros urbanos.

O aparelho também poderá ser manejado pelos donos dos animais, já que ele pode ser programado para que os resultados sejam enviados diretamente pela internet para um médico que terá condições de analisar o eletrocardiograma e assim saber se o animal possui algum problema relacionado ao seu coração ou se está bem de saúde.

Dicas para evitar problemas do coração nos animais

Depois dos seis anos de idade é recomendado que os animais façam avaliações rotineiras no veterinário. Pelo menos duas vezes por ano caso o animal não apresente nenhum problema ou dificuldade;

A alimentação do animal também deve ser cuidada depois de uma certa idade, trocando as comuns pelas Super Premium que contém mais nutrientes e antioxidantes. É importante também que os animais deixem de lado petiscos depois desta idade.

Postado em .


Pela Web

Comentários