Fofuxo.com

São Paulo poderá ter serviço de ambulâncias para cães e gatos

Projeto ainda depende de aprovação.

Um novo serviço de atendimento as urgências relacionadas à cães e gatos pode ser implementado na cidade de São Paulo. Um projeto de lei está sendo estudado pela câmara de vereadores da capital paulista e prevê a criação do Serviço de Atendimento Médico Móvel de Urgência Veterinário – SAMUV. A ideia do projeto é realizar o atendimento com as ambulâncias somente nas regiões de baixa renda da cidade.

São Paulo poderá ter serviço de ambulâncias para cães e gatos

Caso este projeto realmente consiga ser aprovado na cidade e venha a ser colocado em prática, a prefeitura vai colocar à disposição dos moradores veículos equipados especialmente para atendimento de animais. Além dos instrumentos e dos equipamentos, as pessoas também poderão contar com profissionais capacitados para atendimento de emergências veterinárias.

Equipe completa

São Paulo poderá ter serviço de ambulâncias para cães e gatosDentro de cada unidade, de acordo com o projeto original, estaria alocada uma equipe completa para atendimento, incluindo um cirurgião, um anestesista, um assistente, motorista e até mesmo um educador que terá como principal função conscientizar as pessoas do que deve ser feito para cuidas necessidades básicas de cada animal.

O texto original fala que os atendimentos prestados pela SAMUV deverão ser completamente gratuitos para a população. A ideia é que as unidades não sejam chamadas apenas quando houver uma emergência, como é o caso do SAMU. Elas poderão ser instaladas em determinadas localidades para a realização de serviços preventivos nos animais da região.

O serviço vai oferecer primeiros socorros, vacinação, vermifugação e castração. Além disso, nestas unidades o dono do animal também poderá solicitar o recolhimento de amostras para a realização de exames. A unidade também será equipada para a realização de cirurgias de pequeno porte.

A ideia é manter a população informada do itinerário das unidades através de um site, onde as pessoas também poderão encontrar maiores informações de como funciona os procedimentos e também sobre os locais e os horários de atendimento. Os donos dos cachorros terão que fazer um cadastro prévio com o seu animal de estimação.

O projeto ainda não tem uma data para ser colocado em prática. Ainda depende da análise de algumas comissões da câmara, para só então ser colocado em pauta para votação, mas a ideia é que ele seja votado até o final do ano. 

Postado em .


Pela Web

Comentários