Fofuxo.com

Donos devem ter cuidados com inflamações no ouvido de cães

Problema pode levar a perda parcial ou total da audição do pet.

De acordo com a opinião da maioria dos veterinários, os donos de cães deveriam estar mais atentos com as orelhas dos seus animais de estimação. Apesar de muitas pessoas estarem conscientes de que existem sérias doenças que podem começar com a falta de cuidados nos ouvidos, são poucos que ainda conseguem manter a rotina de limpeza das orelhas dos seus amigos.

Donos devem ter cuidados com inflamações no ouvido de cães

A otite é uma doença bastante comum nos cães, mas acaba sendo mais comum em determinadas raças, como as que possuem as orelhas peludas ou caídas. Nestes animais a umidade do local é maior do que nos cães que possuem as orelhas menores e levantadas.  Este ambiente é o ideal para a proliferação de fungos e bactérias, que consequentemente pode levar a problemas mais graves.

Um fato curioso sobre a doença é que a otite acaba sendo mais comum nos cães do que nos gatos. O motivo seria que, além dos cães terem as orelhas maiores, os cães acabam gostando mais de ambientes úmidos e com água. Sendo assim eles acabam ficando mais propensos a acumularem esta umidade nas orelhas.

Sintomas

Para detectar alguma possível doença que possa estar se desenvolvendo nas orelhas dos cães, os donos devem prestar atenção nos sinais que eles demonstram ao longo do dia. Por exemplo, quando os cães começam a demonstrar algum tipo de incomodo, balançando a cabeça excessivamente, este é um sinal de que ele já possa estar desenvolvendo uma inflamação.

Donos devem ter cuidados com inflamações no ouvido de cães

Além da dor que começa a incomodar o cão, ele também passa a dar algumas outras demonstrações de que alguma coisa não está indo bem como o fato do cão começar a perder apetite (consequentemente o animal também vai começar a perder peso) e queda na qualidade de vida de um modo geral.

Limpeza ainda é a melhor solução

Assim que a inflamação for detectada, em uma consulta no veterinário, os animais terão que passar por um tratamento com medicamentos. Mas a prevenção ainda é considerada a maneira mais eficiente para evitar o problema. A limpeza deve ser feita semanalmente com alguns produtos específicos.

Caso a pessoa tenha alguma dúvida de como esta limpeza deva ser feita, a melhor solução é buscar uma consulta no veterinário para que ele possa simular a limpeza e ensinar os donos sobre como a limpeza pode ser feita. 

Postado em .


Pela Web

Comentários