O inverno pode ser rigoroso em algumas regiões do Brasil, especialmente as que estão localizadas mais ao sul. E os dias mais frios causam uma série de mudanças no dia a dia das pessoas e também dos animais, tendo um impacto também na sua saúde.

Dicas para cuidar da pele do seu cachorro no inverno

Muitas pessoas percebem, por exemplo, que a pele dos humanos tende a ficar mais seca durante os dias de inverno, uma vez que essa é uma estação conhecida pela falta de umidade. Mas estes mesmos efeitos também podem ser percebidos nas peles de alguns cachorros, por exemplo. Por isso, os humanos também devem tomar alguns cuidados.

Especialistas alertam que durante o período de inverno, os problemas de pele em cachorros acabam sendo responsáveis por uma em cada três visitas ao veterinário. Isso acontece especialmente em virtude do ar mais seco e frio, que torna o ambiente propício para o aparecimento de doenças de pele.

Dicas para cuidar da pele do seu cachorro no inverno

Confira algumas dicas para evitar este tipo de problema de pele em cachorros durante o inverno:

- Controle as pragas, como pulgas e carrapatos, especialmente em cães alérgicos. Muitas pessoas acreditam que eles não atacam no inverno, mas isso é um mito. Eles seguem sendo um perigo, com um agravante: as feridas que surgem podem demorar mais tempo para fechar, justamente em função do frio.

- Cuidado com os banhos com água muito quente. É fundamental que as pessoas fiquem alertas em relação a temperatura da água. Quando ela é muito quente, pode causar lesões nas peles dos cães, que, em determinadas raças, pode ser bem sensível.

- Seque sempre bem o cachorro depois do banhou ou de qualquer passeio que deixe ele molhado ou úmido. O mais recomendado é utilizar secadores elétricos para que a pele não fique úmida.