Os resfriados infelizmente não são de exclusividade humana. Nossos animais são expostos a pegar resfriados em épocas de frio, e desta forma, o cão resfriado deverá sofrer de indisposições e principalmente de mal estar.

Dicas para combater o resfriado canino

O nome da gripe que atinge os cães é a chamada tosse dos canis, que se não forem tratadas de forma adequada podem se tornar uma sinusite e em situações mais graves pneumonia. Por este motivo, ficar de olho nos sintomas do cãozinho é fundamental, por isso na dúvida leve o cãozinho o mais rápido possível a um veterinário.

Os sintomas de resfriados caninos

Com relação aos sintomas de resfriados caninos estes são basicamente os mesmos que os apresentados nos humanos. Os cães que convivem de forma próxima com a família facilmente são identificados com a doença e alguns dos seus sintomas.

Entre os sintomas comuns podemos citar a mudança de comportamento, onde o cão irá ficar mais quieto, coriza e o focinho sempre molhado, além disto situações de perda de apetite também podem ocorrer.

Dicas para combater o resfriado canino

Não é possível solucionar o problema de forma caseira, nada de oferecer chá ou misturas ao cão. Os resfriados caninos precisam de veterinário e de tratamento apropriado para que possa se evitar em situações mais extremas como por exemplo a pneumonia.

Procure prevenir o resfriado canino

Para prevenir os resfriados dos caninos é fundamental vacinar o cãozinho. A vacina deverá ser optada entre duas alternativas de aplicações, a primeira deve ocorrer de forma intranasal, onde se coloca o conteúdo da vacina nas narinas do cão. A segunda alternativa é a vacina injetável, que deve ser aplicada duas vezes em períodos de 30 dias entre a primeira e a segunda. Esta vacina acaba protegendo o cão por um ano.