Fofuxo.com

Dicas para que seu cachorro não seja infectado e nem passe doenças para outros

Mantenha a saúde em dia de seus fofuxos.

Na grande maioria dos casos, as pessoas olham para os seus cães como aqueles animais fofinhos que estão ali para dar amor e carinho, ao mesmo tempo que recebe isso de volta dos seus donos. Mas é sempre importante manter determinados cuidados com os cães em relação a saúde não apenas deles mesmo, mas também de saúde pública de uma forma geral.

Dicas para que seu cachorro não seja infectado e nem passe doenças para outros

Uma das principais características dos cachorros é o fato deles se reunirem em grandes grupos, especialmente quando eles estão soltos nas cidades, nos parques, ou mesmo quando estão reunidos dentro de um lugar fechado. Os cães acabam gostando de ficar em contato um com o outro, e isso faz com que eles se tornem potenciais propagadores de determinadas doenças.

Para ajudar a manter a saúde dos animais em dia, ao mesmo tempo que também acaba sendo um passo importante para a saúde pública de uma forma geral, pesquisadores e veterinários da Universidade Estadual de Ohio desenvolveram uma espécie de manual passo a passo com o objetivo de manter a saúde dos cães.

Dicas para que seu cachorro não seja infectado e nem passe doenças para outros

As dicas que foram elencadas em um manual estão mais focadas em manter o controle do avanço de determinadas parasitas, o que acaba sendo interessante especialmente para os controles das doenças que se tornaram comuns entre os cães. O manual foi criado com base em uma revisão que foi feita de 400 estudos diferentes e que estão diretamente ligadas ao assunto.

Confira as dicas:

  • Mantenha as vacinas sempre em dia. Mantenha a carteira do cão atualizada, e não deixe de conversar com o veterinário sobre o assunto;
  • Qualquer sintoma de doenças típicas nos animais, é importante elevar diretamente ao veterinário. Dentre os sintomas mais comuns são tosse, espirros, vômitos e diarreia;
  • Mantenha as mãos sempre limpas, especialmente depois de entrar em contato com os animais;
  • Evite colocar uma grande quantidade de cães no mesmo local;
  • Tenha um cuidado especial com os animais mais sensíveis, tanto os filhotes e também os mais velhos;
  • Não esqueça de limpar bem os potinhos de comida e água dos animais;
  • Mantenha os banhos dos animais em dia, mas eles não precisam ser muito frequentes. Duas vezes por mês é o suficiente;
  • Confie sempre no veterinário.

Postado em .


Pela Web

Comentários