A diabetes é considerada como uma das doenças mais perigosas e recorrentes dos nossos tempos. Afinal de contas, ela acaba surgindo a partir de um conjunto de fatores que são muito comuns nas nossas rotinas, como a ingestão de uma grande quantidade de alimentos com açúcar e farinhas processadas, além da falta de atividade física.

Diabetes em pets: confira dicas para uma alimentação ideal

Mas não são apenas as pessoas que acabam sofrendo com a diabetes. Os animais de estimação também podem acabar tendo este mesmo problema, caracterizado pelo excesso de açúcar no sangue.

Alguns sinais de diabetes em pets podem ser percebidos pelos donos: Maior quantidade de urina ao longo do dia, o excesso de peso, o fato do animal começar a tomar muita água sem qualquer outro motivo aparente, ou ainda a falta de animo de fazer atividades no dia a dia, como brincadeiras.

Assim como nos humanos, a diabetes deve ser diagnosticada por um responsável da área da saúde, no caso dos nossos amigos, o veterinário. Caso o exame de sangue comprove o excesso de açúcar, confira algumas dicas para criar uma rotina alimentar correta para os pets:

Alimentação prescrita

Diabetes em pets: confira dicas para uma alimentação ideal

Para os animais que já estão diagnosticados com diabetes, a dica é não tentar inventar a roda. É fundamental que ele siga a alimentação prescrita pelos profissionais da área da saúde, que vão variar de acordo com o nível de diabetes dos pets e também de acordo com suas próprias características físicas.

Reações específicas

Para os cães que possuem diabetes, não adianta apenas cuidar para que ele se alimente com ração. É fundamental que a ração utilizada seja apropriada para este tipo de doença. Portanto, verifique sempre marcas e tipos de rações que sigam estas características.

Porções ao longo do dia

Muitos animais acabam comendo mais quando estão com essa doença. Por isso, é importante que as pessoas dividam as porções ao longo do dia. O ideal é que ele coma em pequenas porções.