Muitas das doenças que são comuns em humanos também podem acabar se tornando um problema na vida dos pets, especialmente dos cachorros, que são os mais próximos. Uma delas é o Transtorno Obsessivo Compulsivo, mais conhecido apenas pela sigla TOC.

Conheça alguns sinais de que seus cachorros podem ter TOC

Basicamente o problema é caracterizado pelo desenvolvimento de um determinado padrão de comportamentos repetitivos de ordem psicológica. Os cães podem dar diversos sinais de que estão com este problema. É importante que os tutores consigam identificar logo no começo, para que não se torne um problema maior.

Conheça alguns dos principais sinais:

Eles destroem as coisas

O comportamento destrutivo é algo comum quando estamos lidando com filhotes, mas tende a reduzir consideravelmente na medida em que os cachorros vão crescendo. Quando isso não acontece, pode ser um sinal de TOC, especialmente se os episódios de destruição acontecem quando o cachorro não está sozinho.

Eles correm atrás do rabo

Um outro comportamento que é considerado normal por muitas pessoas, e até mesmo se tornou algo explorado por animações com cachorros, mas que pode ser causado por uma doença é correr atrás do rabo. Quando os cães desenvolvem essa compulsão eles podem até mesmo acabar se machucando.

Eles lambem muito as patas

Conheça alguns sinais de que seus cachorros podem ter TOC

Um comportamento compulsivo parecido com o de correr atrás do rabo é o de lamber as patas de uma forma muito intensa e diversas vezes ao dia. Também pode acabar causando ferimentos quando os cães não conseguem fazer isso de uma forma mais tranquila.

Eles fazem xixi fora do lugar

Muitas vezes este comportamento pode ser visto apenas como uma forma de pirraça ou de chamar a atenção das pessoas que estão na volta. Mas quando isso acontece de uma forma muito frequente, especialmente quando as pessoas estão por perto, pode indicar TOC.

Em qualquer um dos casos, recomenda-se que os donos levem os seus cães para uma consulta veterinária. Já existem alguns tratamentos com remédios que podem ajudar a resolver o problema.