Fofuxo.com

Confira alguns sinais que podem indicar que o gato está sentindo dor

Sintomas como perda de apetite e dificuldade em pular podem indicar doenças no felino

Em estudos recentemente realizados, cientistas britânicos analisaram 25 comportamentos de gatos que significam que eles sentem dores no corpo. Algumas atitudes, entre elas a perda de apetite e dificuldade de pular poderão indicar que o felino não se sente bem. Todos os sinais relatados em estudos poderão auxiliar tanto profissionais da saúde animal como donos de gatos para dar uma avaliação inicial quanto a problemas em seus felinos.

Confira alguns sinais que podem indicar que o gato está sentindo dor

Conheça alguns comportamentos de gatos que merecem atenção

Os gatos, em sua maioria gostam de receber carinho na cabeça pois esta é uma região onde frequentemente ele recebe lambidas de amigos de sua espécie, este tipo de comportamento serve como uma situação de amizade e confiança entre o dono e seu felino.

O ronronar

Este é um grande mistério quando existem estudos felinos. Este som é produzido por músculos que fazem as cordas vocais vibrarem de forma especial por muitas razões. O ronronar significa um pedido, para trazer comida, continuar fazendo carinhos em sua cabeça ou ainda afastar algo que amedronta o gato.

Não gostar quando pegam suas patas

Os animais detestam quando alguém toca em suas patas. As almofadinhas de patas contam com receptores que indicam o que está entre elas e suas garras, a composição envolve nervos e sensores que revelam o quanto foram esticadas e que resistência suportam, o que pode os incomodar.

Dormir muito

Confira alguns sinais que podem indicar que o gato está sentindo dor

Os felinos possuem um estilo de caçada que acaba levando a sua capacidade física a um verdadeiro limite. Estes animais esperam por sua presa, e quando ela aparece, eles a atacam sem dó, utilizando assim todo o potencial da sua visão, audição, olfato e dos seus músculos. Após tanto esforço, precisam de um grande período de descanso, é comum que gatos durmam em torno de 18 horas por dia, e acordem completamente recarregados depois disto.

Ao realizar os estudos e identificar estas situações, é possível investir em futuras pesquisas que possam auxiliar a detecção precoce de dores dos gatos através de escalas baseadas nas observações que ocorrem de forma natural e não invasiva. Os gatos são animais conhecidos por não demonstrar que sentem dores, por isso é necessário um grande estudo que envolva situações neste sentido. Conforme os pesquisadores, novas pesquisas são necessárias para concluir um projeto maior, que identifica os sinais de dores ao analisar de foram única a expressão facial dos felinos.

Postado em .


Pela Web

Comentários