O que acontece quando um cachorro perde muito sangue e precisa ser atendido em um centro de urgência especializado em animais? Assim como os humanos, a reposição do sangue perdido é fundamental para a recuperação do animal. Não apenas quando ele sofre acidentes, como também em momentos delicados, como quando eles passam por uma cirurgia, por exemplo.

Confira os requisitos para cães doarem sangue

A doação de sangue de cachorros é importante para garantir o funcionamento destes centros de atendimento. E, exatamente como acontece com os humanos, os cães saudáveis podem doar sangue para manter os estoques em dia e garantir que outros animais possam ser salvos.

Algo que costuma dificultar o trabalho de manutenção dos bancos de sangue caninos é o fato de que os cachorros contam com mais de 13 grupos sanguíneos diferentes, que acabam variando de acordo com a raça. O labrador, por exemplo, tem o tipo sanguíneo mais comum.

Confira os requisitos para cães doarem sangue

Quais cachorros podem doar sangue

Par garantir que o sangue que está sendo coletado do animal realmente consiga ajudar outros cachorros e também para que o processo de coleta não prejudique o doador, existem alguns critérios para os cães:

  • Idade entre 1 e 8 anos
  • Peso mínimo de 27 kg
  • Temperamento dócil
  • Vacinação e vermifugação atualizadas
  • Controle de pulgas e carrapatos
  • Não apresentar doença ou transfusão prévia

A colega de sangue acontece através da veia jugular do animal. Por isso, é fundamental que ele tenha o temperamento dócil e que já esteja acostumado com este tipo de local.