Embora a recomendação geral seja para que as pessoas fiquem o maio tempo possível dentro das suas casas, algumas atividades rotineiras acabam sendo importantes. Passear com os cães na rua, muitas vezes, é uma atividade que não pode ser deixada de lado. Especialmente para os pets de grande porte e que moram em espaços pequenos, que precisam ter alguma atividade física ao longo do dia.

Confira dicas para limpar as patas dos cachorros

Muitas pessoas estão adaptando este passeio, fazendo com que ele se torne mais curto, sem que o cachorro e a própria pessoa acabem interagindo com outras pessoas ou com outros animais no meio do caminho.

Mas, em tempos de pandemia, é fundamental tomar alguns cuidados. Assim como nos humanos, os animais também podem acabar servindo como meios de transporte dos vírus. Não apenas na forma de contágio, mas de forma física mesmo. As patas dos animais, por exemplo, podem acabar sendo utilizadas como meios de transporte para o vírus que está na rua.

Por isso, uma das recomendações fundamentais para os donos de cachorros é promover uma boa limpeza das patas dos animais no retorno do passeio. O Conselho Federal de Medicina Veterinária recomenda que o processo de higienização seja realizado com água e sabão neutro.

Confira dicas para limpar as patas dos cachorros

“Se ele sair três vezes por dia, vai ter que lavar três vezes por dia. Que seja um sabão que não agrida muito, para não machucar a pele do animal, porque ele não está acostumado com isso”, afirma. Depois disso, o tutor deve enxugar muito bem as patinhas do cachorro, sendo que este procedimento pode ser feito arte mesmo um papel toalha, que consegue absorver muito bem o excesso- de água.

Vale lembrar também que o álcool em gel, que acabou se tornando um dos principais aliados no combate ao vírus pelos humanos, não é recomendado para utilização em animais de estimação, como os cachorros.