Ainda existe uma grande preocupação por parte dos pais de crianças pequenas em relação a convivência dos cachorros com os pequenos. Mesmo aqueles que convivem diretamente com os animais dentro de casa acabam evitando que eles fiquem muito perto das crianças pequenas. Existe uma preocupação em relação a uma possível mudança de comportamento dos animais, mas também existe uma preocupação em relação a possíveis problemas de saúde que isso possa ocasionar.

Cães ajudam a reduzir casos de alergia e obesidade em crianças

Mas parece que essa deve ser uma preocupação cada vez menos presente. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Alberta, no Canadá, a convivência entre cães e bebês pode se mostrar bastante benéfica para a saúde dos humanos. Os bebês que convivem com animais de estimação acabam tendo menos chances de desenvolver alergias e também obesidade.

A pesquisa foi feita a partir da análise das bactérias presentes no cocô de 746 bebês de até três meses de idade. A análise revelou que as crianças que convivem com animais de estimação, especialmente os cães, apresentam dois micróbios – Ruminococcus e Oscillospira, comuns no intestino de pessoas sem histórico de obesidade e alergia.

Os pesquisadores concluíram que essa convivência das crianças com animais de estimação acaba melhorando bastante a chamada microbiata intestinal, que também pode ser chamada de flora intestinal.

Benefícios também durante a gravidez

Cães ajudam a reduzir casos de alergia e obesidade em crianças

Os benefícios que os cães trazem para a saúde das crianças também podem começar ainda mais cedo, quando elas ainda estão dentro da barriga das suas mães. Pesquisas apontam que as grávidas que costumam conviver com cães durante a gestação também conseguem reduzir as chances de os bebes contraírem determinadas doenças bastante comuns, como é o caso da pneumonia.

Os pesquisadores acreditam que quando as crianças ainda estão desenvolvendo suas defesas, a convivência com os microrganismos que podem ser encontrados nos animais ajuda os pequenos na hora de criar suas barreiras contra uma série de problemas de saúde.