Cachorros espirrando costumam ser uma cena, de uma certa forma, engraçada e inusitada. A grande maioria das pessoas, quando estão diante de um cachorro espirrando, passam a prestar atenção nele, especialmente pelas caras estranhas que são feitas. Mas nem sempre um espirro deve ser considerado algo natural e corriqueiro na vida do dog.

Seu cachorro espirra muito? Conheça possíveis causas

A grande maioria dos veterinários e especialistas em saúde animal consideram que espirros são normais na vida dos cães. Mas isso deve ser visto com mais atenção especialmente quando o caso se repete muito.

Existem diversos motivos que podem levar a uma crise de espirros em um cachorro. Algo bastante comum é que os cães desenvolvam algum tipo de alergia em virtude de elementos que estão pelo ar no ambiente onde eles vivem. Em casos mais graves, pode rolar uma infecção em função de bactérias e vírus que podem acabar circulando pelo ar.

Elementos externos também podem provocar os espirros, como a fumaça do cigarro, do carro, gases tóxicos, produtos químicos com cheiro forte e até um perfume mais chamativo que o próprio tutor usa. Exatamente como acontece com os humanos!

Seu cachorro espirra muito? Conheça possíveis causas

Existem alguns casos que exigem uma atenção ainda maior de parte dos tutores, tais como:

- Espirro com sangue: Este tipo de acontecimento pede uma visita ao veterinário urgentemente. Pode ser que o animal esteja com algum tipo de tumor nas narinas ou em ambas.

- Espirro reverso: Este tipo de condição costuma acontecer nos chamados cães branquicefálicos, que possuem o focinho achatado e a cabeça encurtada. Infecções, alergias, mudanças bruscas de temperatura e até um puxão brusco na coleira são possíveis causas desse espirro, um pouco assustador para tutores não acostumados.