Com a chegada do verão e dos dias mais quentes do ano, uma dúvida costuma atormentar a vida dos donos de cachorros. É necessário aumentar a quantidade de banho dos pets neste período? Na grande maioria dos casos as pessoas tendem a realmente dar mais banho nos seus animais de estimação, especialmente em virtude do calor que as pessoas acham que os animais sentem.

Quantos banhos o cachorro deve tomar no verão?

Mas é importante sempre lembrar que o cachorro, mesmo que tenha adquirido muitos dos comportamentos dos humanos, ainda possuem diferenças significativas e que precisam ser levadas em consideração. Os cachorros não suam da mesma forma como os humanos. O processo de troca de calor se dá principalmente através das patas e das línguas.

Por isso, mesmo que chegue os dias mais quentes, não existe uma necessidade fisiológica de parte dos animais para que a quantidade de banhos seja aumentada no verão. O que os donos podem fazer para ajudar a refrescar o animal de estimação é fazer algumas brincadeiras com água, ou então focar em refrescar o ambiente onde eles costumam ficar.

O tempo que os veterinários geralmente costumam recomendar para os banhos são os seguintes: um banho por semana para os cachorros pequenos e um banho a cada 15 dias para os animais de estimação que sejam de porte maior.

Quantos banhos o cachorro deve tomar no verão?

Vale lembrar também que os banhos, quando são dados em grandes quantidades, podem acabar não se tornando muito saudáveis, especialmente para aqueles animais que possuem uma maior quantidade de pelos espalhados pelo corpo ou aqueles que possuem mais “dobrinhas”.

Isso acontece porque, mesmo com o calor, muitas partes dos corpos destes cachorros acabam demorando mais para secar, o que pode provocar uma série de problemas de peles e alergias devido a umidade.

A temperatura da água também deve ser sempre a mesma. Jamais dê banho com água gelada em seu cachorro apenas porque está mais quente naquele dia, ou seu cão poderá desenvolver alguma doença mais grave.