Existe aquela velha máxima de que os gatos são animais que não precisam de banho e que eles estão sempre limpos. De fato, os felinos realmente contam com mais assepsia do que a grande maioria dos animais. Mas isso não significa que eles realmente não precisem tomar banho. Ainda mais quando estamos falando de um pet que vive muito próximo aos humanos.

Banho em gatos: A partir de quantos meses isso é possível?

Uma coisa isso é certa: realmente os gatos não precisam tomar banho com tanta frequência assim, como é o caso dos cachorros. Este animal conta com um mecanismo bastante avançado que ajuda na realização deum processo de auto-limpeza. A língua foi especialmente projetada para que eles consigam se lamber por uma boa quantidade de tempo.

Além disso, a língua dos gatos também consegue manter a pelagem dos felinos sempre lustrosas. E, apesar de ser bastante comum a famosa cena na qual os gatos colocam para fora uma bola de pelo, o organismo consegue ser efetivo justamente ao evitar que estes pelos causem maiores problemas quando estão no seu interior.

Banho em gatos: A partir de quantos meses isso é possível?

Mas, de vez em quando, um banho é necessário. Especialmente para os gatos que vivem em ambientes mais fechados, como é o caso de apartamentos ou de casas menores. Neste caso, é importante acostumar os felinos desde cedo, mas o primeiro banho deve acontecer somente quando o filhote está com o quadro de vacinas completo.

Depois do primeiro banho, é possível dar um banho há cada dois meses, e há cada um mês caso o local seja muito calor. Mas é importante manter uma frequência padrão, pois os felinos costumam se esquecer do banho caso fiquem muito tempo sem tomar, e isso poderá acabar deixando eles mais rebeldes.