Por Rodrigo Bueno

publicado em Saúde

Todos sabem que o olfato dos cachorros acaba sendo muito mais poderoso do que o olfato dos humanos. O nosso nariz conta com aproximadamente 5 milhões de células receptoras de odores, enquanto que diversas raças caninas podem ter cerca de 220 milhões de células deste mesmo tipo. E, além de fazer com que eles sintam o cheiro há uma distância muito maior, o funcionamento destas células permite com que eles retirem muitas informações sobre os odores que estão na sua volta.

5 cheiros que os cachorros não gostam

Isso faz com que muitos cheiros atraiam os pets, mas também acontece o processo inverno, ou seja, existem diversos cheiros que acabam não agradando nada os pets e que realmente podem até mesmo espantar eles de uma determinada região.

Confira alguns odores que os cães realmente não gostam nada de sentir.

Pimenta

Os humanos sabem muito bem como é o gosto de uma pimenta. Elas costumam ativar determinadas regiões das nossas papilas gustativas que fazem com que as pessoas sintam um gosto muito forte. Os cães também acabam sentindo um cheiro tão forte da pimenta que pode acabar se tornando agressivo.

Vinagre

5 cheiros que os cachorros não gostam

Os cheiros cítricos, de uma forma geral, costumam ser sentidos de uma forma um tanto quanto agressivas tanto pelos cachorros quanto pelos gatos. No caso dos cães, o vinagre pode ser utilizado para indicar um local no qual o cão não deve fazer suas necessidades.

Produtos de limpeza

Neste caso, itens que costumam estar muito presentes nos produtos de limpeza, como o cloro e o amoníaco, acabam se tornando bastante fortes para os cães. Mais do que isso, muitos cachorros podem até mesmo sofrer com algum tipo de irritação das vias respiratórias quando cheiram uma grande quantidade destes produtos.

Perfumes

Muitos humanos já devem ter percebido que muitos cães acabam se irritando diante de um cheiro de perfume muito forte, sendo que alguns deles acabam até mesmo tendo uma crise de espirros. Isso acontece especialmente devido a presença de álcool e de alguns dos seus componentes.

Acetona

Da mesma forma que os itens anteriores, a acetona conta com notas tão fortes para as vias aéreas caninas que podem também causar crises respiratórias.