Passear com os cães é de fundamental importância tanto para os animais quanto também para os donos. Mas nem sempre as pessoas conseguem ter tempo para levar os animais para dar aquela volta no quarteirão. Existe também uma grande quantidade de pessoas idosas sozinhas que possuem cães e que acabam não tendo condições de levar o seu pet para passear.

Startup cria plataforma para conectar passeadores e donos de cães

Para tentar minimizar este tipo de problema, uma startup de São Paulo criou uma plataforma que tem como principal objetivo conectar passeadores de cães com aqueles donos que desejam terceirizar este passeio. O sistema de economia colaborativa se chama DogMe e foi criado pelo empresário Gustava Dal Pian e um sócio que hoje não trabalha mais com ele. O investimento inicial foi de R$ 100 mil.

De acordo com as informações que foram divulgadas, primeiramente o serviço está sendo testado na Grande São Paulo, local onde reside o empresário. A ideia é permitir que pessoas que passeiam com cães se cadastrem e os donos dos animais encontrem profissionais dispostos a caminhar com os pets.

A plataforma já conta com cerca de 90 passeadores cadastrados, e de acordo com informações recentes que foram divulgadas, já foram feitos 10 mil passeios através do aplicativo.

Startup cria plataforma para conectar passeadores e donos de cães

Todo o processo de contratação acontece pelo aplicativo, diretamente no celular e, também pelo site. O cliente faz um breve cadastro, coloca o seu CEP e encontra rapidamente os passeadores que estão disponíveis por perto. Depois, basta escolher o profissional, fazer o pagamento através de plataforma e agendar a data.

O serviço oferece, como cortesia para os clientes novos, o primeiro passeio de graça. Depois, os clientes pagam R$ 25 pelo passeio avulso de uma hora ou escolhe um pacote. Quatro passeios por semana, por exemplo, saem por R$ 94. Existem também outras opções de pacotes para as pessoas que possuem mais cães.

Mais informações através do site www.dogme.com.br