Uma grande rede de pet shops anunciou o lançamento de uma nova ferramenta em seu site que vai permitir com que os cachorros escolham os itens que desejam comprar. De acordo com a Petz, os cachorros vão conseguir escolher quais são os itens que mais lhe agradaram e colocar eles diretamente para o carrinho de compras.

Rede de pet shops lança sistema para cachorro fazer compras online

O sistema funciona utilizando um dispositivo com câmera, seja um computador com uma webcam ou então um smartphone ou tablet. Através do dispositivo que capta imagens, o sistema realiza um reconhecimento facial que, combinado com outro sistema de inteligência artificial, permite o registro das reações dos cães.

A plataforma vai apresentando os diferentes itens que estão sendo vendidos, e a câmera fica com a responsabilidade de captar as reações e identificar quais são aqueles que mais atraem o gosto do fofuxos. Depois disso, todos os itens que receberam reações positivas do caro vão diretamente para o carrinho de compras, e os donos decidem se vão finalizar a compra ou não.

Rede de pet shops lança sistema para cachorro fazer compras online

A tecnologia, que levou cerca de seis meses de desenvolvimento, foi feita analisando fotos de milhares de animais de diversas raças e desenvolvida com adestradores, para que o sistema pudesse identificar as reações dos cachorros, segundo Félix del Valle, Vice-Presidente de criação a Ogilvy Brasil, empresa responsável pelo projeto. De acordo com a companhia, a ação é inédita em todo o mundo. A Petz não revela o valor investido para o desenvolvimento da tecnologia de inteligência artificial e a criação do e-commerce interativo. 

“A ligação entre o tutor e o seu cão pode acontecer de diversas formas. Entendemos quem faz festa de aniversário para o animal de estimação, quem conversa com ele. O amor por um pet não tem limites e o pet-commerce é a prova disso”, diz Sergio Zimerman, presidente da Petz. Apesar de ser apontada como uma ferramenta importante para atrair mais clientes para o e-commerce, a empresa não fez uma estimativa sobre a taxa de conversão da ação em vendas.