A morte da mãe pode ser, tranquilamente, considerado como uma das notícias mais tristes que alguém pode receber. E, nos últimos meses, muitas pessoas estão tendo que lidar com este tipo de situação, já que a pandemia do coronavírus já matou mais de 115 mil brasileiros.

Mulher adota cão após perder mãe para Covid

Mas algumas pessoas tentam reverter um pouco a tristeza colocando um pouco de alegria no seu dia a dia. A adoção de um cachorro, por exemplo, costuma ser um momento alegre, na maioria dos casos. E foi o que fez Jaqueline Masceno, 37, logo depois da saber da morte da sua mãe, vítima da Covid-19.

Mas não foi qualquer cachorro que Jaqueline resolveu levar para casa, e sim um cão que acabou ficando ao seu lado em um dos momentos mais tristes da sua vida. Segundo a história contada, Jaqueline ficou muito triste e saiu para a rua, sentando na frente do hospital, para chorar e lamentar a morte da sua mãe.

De repente, ela conta que surgiu um cão, que já era conhecido da região e que geralmente ficava nas ruas por ali. Ao ver Jaqueline sentada no chão, o cachorro teria simplesmente pulado nos braços dela, como se fosse um ato de consolação.

Mulher adota cão após perder mãe para Covid

"Quando sentei, os médicos e meu marido vieram atrás de mim tentando me acalmar. O cachorro estava deitado, e ele me viu, veio do nada e pulou nos meus braços. Mas pulou de uma maneira que nunca vi porque nem os meus cachorros mesmo fazem isso. Ele veio, botou o rostinho encostado e me lambeu no pescoço", conta.

Naquele momento, Jaqueline afirma que sentiu a presença espiritual da sua mãe: “Eu sei que era ela, eu senti isso: senti no abraço do cachorro, no beijo dele, porque ela sabe que eu gostava de animal. Ela também cuidava de animal, mesmo sendo cadeirante, mesmo com a dificuldade dela”.

Depois que ela foi para casa, decidiu adotar o cão. Teve que esperar uma semana até encontrar o cachorro novamente, que foi batizado de “Anjo Gabriel”.