Mesmo com os cachorros ocupando um lugar cada vez mais de destaque dentro dos núcleos familiares, com as pessoas cuidando melhor dos seus animais e gastando para proporcionar uma vida melhor para seus pets. Mesmo assim, ainda não são incomuns os casos de agressão contra animais de estimação, e isso acontece em diversos locais do mundo.

Menino entrega cachorro para ONG para impedir agressões do pai

Mas algumas atitudes acabam mantendo a fé na humanidade. O exemplo foi de uma criança de 12 anos de idade chamada Andres, que deixou o seu cachorro de estimação na porte de uma ONG que cuida de animais. O que, em um primeiro momento, parecia ser um ato de abandono, acabou se transformando em um ato de coragem e compaixão.

Junto com o cão, o menino deixou um bilhete afirmando que estavam deixando o cachorro na ONG para que ele conseguisse fugir das agressões que o pai promovia frequentemente.

Tanto o bilhete quanto a foto do cachorro foi publicada pela ONG Xollin, local que recebeu o cachorro e que está localizado na Cidade do México. O cão é um filhote da raça pitbull, que foi deixado dentro de uma caixa de papelão. O bilhete, escrito à mão, dizia o seguinte:

Menino entrega cachorro para ONG para impedir agressões do pai

“Me chamo Andres e tenho 12 anos. Minha mamãe e eu decidimos deixá-lo nas mãos de vocês sem que meu pai soubesse porque ele queria vendê-lo. Meu pai maltratava e chutava ele tão forte que machucou sua cauda. Espero que possam ajudá-lo e cuidem dele. Estou deixando um bicho de pelúcia com ele para que não se esqueça de mim”, escreveu a criança.

A ONG afirmou que acolheu o cachorro, levou para um veterinário para tratamento, pois realmente sua cauda estava fraturada. Depois disso, ele foi vermifugado, castrado e esterilizado, para posteriormente ser disponibilizado para adoção.