Los Angeles vai proibir por completo a venda de qualquer tem de vestuário que tenha a pele de animais. De acordo com as informações que foram divulgadas pela imprensa local, a proposta começou a tramitar no ano passado e já foi votada, sendo aprovada de forma unânime.

Los Angeles proíbe a venda de peles de animais

Seguindo os tramites legais que devem acontecer para que este projeto realmente seja sancionado em Los Angeles, ele ainda deve passar por um conselho que fará uma votação processual e depois deve ser sancionado pelo prefeito Eric Garcetti. Mas todos estes procedimentos são considerados apenas como protocolares e a decisão é tomada como certa.

“Los Angeles assumiu uma postura ética e moral de que a crueldade contra os animais não é aceitável”, disse Marc Ching, fundador e CEO da Animal Hope and Wellness Foundation, em um comunicado. “A proibição da pele não é apenas criar uma consciência sobre o bem-estar animal – é sobre criar uma comunidade mais humana, sobre estar alinhado com os valores desta cidade.”

Los Angeles proíbe a venda de peles de animais

A proibição deve entrar em vigor, de forma definitiva, no ano de 2021. Foram citados nos textos itens como vestuário e acessórios feitos, no todo ou em parte, de peles, incluindo casacos, bolsas, sapatos, chapéus e joias.

Com essa decisão, Los Angeles se tornará a quarta cidade na Califórnia a banir o comércio de pele animal, incluindo São Francisco e West Hollywood e se juntará a países da Europa como Áustria, Holanda, Noruega, Luxemburgo e Reino Unido.