Autoridades de Hong Kong confirmaram nesta sexta-feira, dia 28 de fevereiro, que foram realizados uma série de procedimentos para isolar um cachorro depois que ele apresentou um teste positivo para o coronavírus. Caso a infecção realmente seja confirmada, será o primeiro caso de cachorro com a doença.

Hong Kong isola cachorro que deu positivo para teste do Coronavírus

De acordo com as informações que foram divulgadas, o cachorro pertencia a um paciente que foi diagnosticado com coronavírus. Foram feitos testes em suas cavidades nasal e oral para detectar a presença do vírus no animal. Apesar de terem encontrado indícios do vírus no cão, ainda não foi possível afirmar que o animal tinha a infecção, uma vez que nenhum sinal da doença foi encontrado.

O Departamento de Agricultura, Pescados e Conservação (AFDC, na sigla em inglês) de Hong Kong disse que vai conduzir novos testes para confirmar se o cachorro foi infectado com o vírus ou se as amostras foram positivas apenas por contaminação pelo ambiente. “No momento, o AFDC ainda não tem evidências de que animais de estimação possam ser infectados ou de que eles possam ser uma fonte de transmissão para pessoas”, disse o órgão.

Hong Kong isola cachorro que deu positivo para teste do Coronavírus

A entidade informou ainda que o cachorro vai ficar de quarentena por duas semanas. Enquanto isso, a Organização Mundial da Saúde também se pronunciou sobre o caso, afirmando também que não foram encontradas evidencias suficientes sobre a possível contaminação de animais por coronavírus.