Um chinês pagou a quantia de US$ 35 mil (cerca de R$ 140 mil) para uma empresa realizar o processo de clonagem do seu gato, de acordo com as informações que foram divulgadas pelo New York Post. O clone teria sido feito a partir do antigo gato do home, que havia morrido.

Homem gasta US$ 35 mil para clonar seu gato

Huang Yu teria ficado bastante inconformado com a morte do seu antigo companheiro, um gato chamado Garlic. Foi então que ele decidiu que ia clonar o seu melhor amigo. De acordo com as informações que foram divulgadas, Garlic já havia sido enterrado e foi preciso resgatar o corpo e colocar ele em um freezer até que a empresa responsável pela clonagem conseguisse uma amostra do DNA.

A empresa chinesa de clonagem de animais, chamada Sinogene, afirma que foram criados 40 embriões com o material genético de Garlic. Eles foram divididos entre quatro fêmeas, que serviram basicamente como mães substitutas. Foram obtidas três gestações, mas apenas uma chegou ao final.

Homem gasta US$ 35 mil para clonar seu gato

Após o nascimento do gato clonado, que recebeu o nome de Garlic 2.0, ele ficou em observação por quase um mês. De acordo com os cientistas que acompanharam o processo de desenvolvimento, ele apresenta boas condições de saúde e age da mesma forma que os felinos que nascem a partir de um processo de fecundação natural.

Mesmo com a clonagem sendo considerado um sucesso, o chinês que pagou pelo procedimento acabou ficando um pouco desapontado com o resultado final. Ele declarou, durante uma entrevista, que o novo gato não se tornou uma cópia fiel do seu felino anterior. Por exemplo, o Garlic original tinha um pedaço de pelo escuro no queixo, o que não tem no gato clonado.