Um dos gatinhos utilizados na refilmagem do filme de terror “Cemitério Maldito” faleceu na última quarta-feira, dia 29. O nome do gato era Leo e ele acabou sendo um dos quatro felinos que foram utilizados durante o processo de filmagem do longa.

Gato do filme “Cemitério Maldito” morre um mês após lançamento do longa

A informação foi divulgada por Kirk Jarrett, que é o tutor do gato, através do Instagram que ele mantinha para divulgar imagens do animal. “É com grande tristeza que anunciamos que Leo morreu. Sua família humana e de pelos sentirão sua falta para sempre. Que sua estrela sempre brilhe.”

O responsável pelo felino não divulgou maiores informações sobre a causa da morte de Leo. O felino foi escolhido para interpretar o papel do gato Church. O longa estreou no Brasil no último dia 9 de maio.

Gato do filme “Cemitério Maldito” morre um mês após lançamento do longa

O novo Cemitério Maldito é um remake dirigido por Kevin Kölsch e Dennis Widmyer do longa de 1989, com a famosa música “Pet Sematary”, dos Ramones, na trilha sonora. A história é baseada no livro homônimo, lançado em 1983, do escritor Stephen King.

O personagem é considerado como um dos dois principais antagonistas do filme, sendo o felino de estimação de Ellie Creed. A criação do personagem teria sido baseada nos muitos gatos de rua que fizeram parte da vida do autor da história, Stephen King, durante sua infância.