Em tempos de crise na saúde púbica, é sempre muito importante ficar de olho nas informações que surgem de forma duvidosas e que costumam se espalhar especialmente pelas redes sociais e pelas ferramentas de comunicação, como o WhatsApp.

Fake News: Vacina para cachorro NÃO combate novo coronavírus

Uma Fake News que anda circulando e que foi encontrada inclusive por integrantes do governo do estado de São Paulo afirma que vacinas para cães poderiam ser utilizadas como cura para quem apresentar os sintomas da doença Coivid-19, causada pelo novo Coronavírus.

O material falso faz referência ao coronaviridae (coronavírus), que é uma grande família viral antiga, que afeta humanos e animais com graves infecções. As vacinas V8 e V10, as quais o material cita, são as principais para a saúde de cães e agem no combate de várias doenças, como cinomose e coronavírus canino da espécie CCov (gênero alphacoronavirus), vírus que causa gastroenterite (sintomas de diarreia e vômitos constantes), podendo levar a óbito. Os cães contraem a doença por meio de fezes de outros cães contaminados, não sendo transmissível a humanos.

Fake News: Vacina para cachorro NÃO combate novo coronavírus

Vale lembrar que o Covid-19 é provocado pelo novo coronavírus, que é do gênero betacoronavírus, espécie SARS-Cov2, com morbidade e alta taxa de propagação. Portanto, aquelas vacinas indicadas para o tratamento de animais não têm eficácia para o novo coronavírus e não podem ser usadas em humanos.

O governo de São Paulo divulgou um alerta oficial sobre o assunto, reafirmando e relembrando que ainda não existe nenhum tipo de vacina desenvolvida para combater o novo coronavírus. A comunidade cientifica mundial está mobilizada para encontrar uma cura para a doença, mas a previsão é de que a criação da vacina demore cerca de 5 meses.

Os  órgãos competentes pedem para que as pessoas continuem buscando informações confiáveis sobre a doença.