Uma pesquisa recentemente divulgada pela Universidade de Utrecht, na Holanda, afirma que a Covid pode ser uma doença mais comum do se achava até o momento, especialmente entre os donos que já foram diagnosticados com a doença. Os pesquisadores foram coletadas 310 amostras de animais de estimação em 196 domicílios onde pelo menos uma infecção humana havia sido detectada.]

Estudo afirma que Covid é comum em cachorros e gatos domésticos

Seis gatos e sete cães tiveram um resultado positivo de exame PCR e 54 animais testaram positivo para anticorpos contra o coronavírus. "Se você tem covid, deve evitar o contato com seu gato ou cachorro, assim como faria com outras pessoas", diz Els Broens, da Universidade de Utrecht, na Holanda.

Estes testes foram realizados através do envio de uma clínica veterinária móvel para residências na Holanda que haviam registrado teste positivo para covid em algum momento nos últimos 200 dias. Amostras foram retiradas de seus cães e gatos de estimação. Também foram realizados exames de sangue para anticorpos, para entender se houve exposição anterior à covid.

Estudo afirma que Covid é comum em cachorros e gatos domésticos

Os autores do estudo afirmaram que não existe nenhuma evidência de transmissão de animal para o dono humano até o momento, mas seria difícil detectar algo assim enquanto o vírus ainda está se espalhando em grande escala entre humanos.

Além disso, os pesquisadores também afirmam que a maioria dos animais de estimação infectados com o vírus tende a ser assintomática ou apresentar sintomas leves de covid. Este tipo de informação pode ser constatado a partir dos testes de acompanhamento que mostraram que todos os animais com PCRs positivos eliminaram a infecção e criaram anticorpos.

"Não podemos dizer que existe um risco de 0% de os donos apanharem covid de seus animais de estimação", diz Broens do Centro de Diagnóstico Microbiológico Veterinário.