Ativistas da causa animal na Coreia do Sul estão comemorando aquilo que é considerado como uma das suas maiores vitórias nos últimos anos. As autoridades do país começaram a fechar e desmantelar aquilo que é considerado como um dos maiores matadouros de cães.

Coreia do Sul fecha maior matadouro de cães do país

De acordo com as informações que foram divulgadas pela imprensa local, o complexo chamado Taepyeong-dong, na cidade de Seongnam, era um local onde ficavam centenas de cães. Eram nada menos do que seis matadouros que ficavam no mesmo espaço físico, e o local também era conhecido como um dos maiores fornecedores de carnes de cachorros aos restaurantes que vendem este tipo de produto.

“É um momento histórico”, escreveu a associação dos defensores dos diretos dos animais Kara. “Isto abrirá o caminho para novos fechamentos de matadouros de cães em todo o país e acelerará o declínio da indústria de carne canina como um todo”, afirma o grupo, de acordo com a agência de notícias.

Coreia do Sul fecha maior matadouro de cães do país

A carne de cachorro ainda é considerada como um alimento tradicional na culinária da Coreia do Sul e também em outros locais que ficam na Ásia. Mesmo assim, basicamente por mudanças no comportamento das pessoas, o consumo tem decaído bastante.

Em julho deste ano, ativistas promoveram atos nos Estados Unidos e em Seul para protestar contra o consumo de carne de cachorro na Coreia do Sul. Na ocasião, a ONG sul-coreana ALW (Animal Liberation Wave), informou que cerca de um milhão de cães são abatidos por ano no país.

De acordo com as autoridades locais, o local onde os cães eram abrigados até a hora da sua morte vai ser transformado em parque público.