A Universidade Estadual Paulista (Unesp) está desenvolvendo um projeto, em parceria com as crianças de uma associação de Araçatuba (SP), no qual cachorros ajudam a distribuir amor e também ajudam na socialização dos pequenos que sofrem com o autismo. O projeto se chama Cão Cidadão e está conseguindo resultados interessantes.

Cães ajudam no desenvolvimento de crianças autistas em Araçatuba

De acordo com as informações que foram divulgadas pelos responsáveis pelo projeto, todos os cães que atuam no projeto são adestrados e voluntários. No decorrer do processo de adestramento, que é conduzido pelos próprios participantes do projeto, existe um contato maior com cada animal.

Durante o processo, são identificadas as principais características dos cães e direcionam os animais para as crianças de acordo com suas necessidades. O projeto também atende idosos, que se beneficiam bastante do contato com os animais.

“Através dos cães, eles conseguem expressar afetividade, alegria, prazer e inclusive o medo no início. Mas com o trabalho, gradativamente os animais são mais aceitos e o medo desaparece”, explica a psicóloga Adriana Rodrigues Lopes.

Cães ajudam no desenvolvimento de crianças autistas em Araçatuba

Diversas pesquisas já foram feitas e comprovam que os cães ajudam bastante a socializar as crianças que sofrem deste tipo de doença. A Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, realizou pesquisar usando crianças e adolescente que crescem ao lado de animais de estimação. Eles comparam essas pessoas com outros autistas que são criados sem um pet. Os pesquisadores chegaram à conclusão que os pacientes com cães desenvolveram mais suas habilidades sociais e melhorar a parte social é imprescindível se deseja que a criança tenha uma vida normal.

Outra instituição, a Universidade de Montreal, no Canadá, os cachorros conseguem ajudar a reduzir o nível auto de cortisol circulante, o hormônio responsável pela ansiedade. Dessa forma, os pequenos conseguem se concentrar melhor, especialmente em atividades como estudos e afins.