Imagine pagar mais de R$ 107 mil por um cachorro? Pois uma cadela da raça border collie recentemente se tornou a mais cara do mundo atualmente, após ser adquirida em um leilão pela bagatela de 8,9 mil libras. A cachorra, que se chama Megan, foi vendida em North Yorkshire, condado da Inglaterra, e era treinada pela pastora Emma Gray.

Cadela mais cara do mundo é vendida por R$ 107 mil

De acordo com as informações que foram divulgadas sobre o negócio, a cadela acabou sendo comprada por um dono de fazenda nos Estados Unidos. Ele teria afirmado, durante o leilão, que a cachorra teria a tarefa de pastorear o gado do local, algo que realmente essa raça sabe fazer muito bem.

A trinadora e criadora Emma Gray acabou se tornando uma referência neste segmento. Há cerca de um ano ela vendeu um exemplar semelhante por quase 15 mil libras (R$ 85 mil). Emma foi representante da Inglaterra no campeonato mundial de cães pastores, o World Sheepdog Trials, e disse ter conferido o preço duas vezes após o leilão de Megan em Skipton, na sexta-feira (21):

Cadela mais cara do mundo é vendida por R$ 107 mil

— Eu tive que encerrar o leilão e ter certeza de que não era uma farsa e que eu não estava sonhando. Depois, fui à Marks and Spencer, comprei frango para Megan e a deixei dormir no meu travesseiro — relata.

A treinadora afirma que a cachorra pode ser considerada como “o pacote completo”, muito talentosa e com uma linhagem “impressionante”, nas palavras da própria dona. Ela afirmou também que a cachorra é filha de cães de alto desempenho:

— É realmente incomum um cachorro como ela entrar no mercado. Se as circunstâncias fossem diferentes, eu nunca a teria vendido. Mas, eu já tenho dois cães pastores muito, muito bons, então tive que tomar a decisão de vendê-la — conta Emma, que treina outros 20 cães pastores em sua fazenda.