Uma empresa do Reino Unido está realizando uma série de testes com o objetivo de ensinar cães a detectar a presença do novo coronavírus através do seu faro. O objetivo da Medical Detection Dogs é utilizar outras pesquisas que comprovam a efetividade dos animais neste tipo de diagnostico para ajudar a tornar mais rápido os testes e os resultados de uma forma geral.

Cachorros estão sendo treinados para detectar coronavírus

Essa mesma empresa acabou se tornando uma das principais referencias quando o assunto é detecção de doenças através do faro de cachorros, já tendo provado relativo sucesso em pesquisas com determinados tipos de câncer e alguns tipos de diabetes, por exemplo. As pesquisas estão sendo feitas pela empresa em parceria com a de Higiene e Medicina Tropical de Londres (London School of Hygiene & Tropical Medicine).

"Os cães farejando a covid-19 seriam treinados da mesma maneira que os cães já treinados pela instituição para detectar doenças como câncer, Parkinson e infecções bacterianas: farejando amostras na sala de treinamento da instituição e sinalizando caso encontrem algo. Eles também são capazes de detectar mudanças sutis na temperatura da pele, então podem dizer se alguém está com febre", diz a instituição.

Cachorros estão sendo treinados para detectar coronavírus

A instituição afirma ainda que o treinamento está sendo feito com alguns objetivos mais específicos, como criar um método mais rápido de farejar a doença em quem está entrando no país e em pessoas que possam ser consideradas como assintomáticas, ou seja, que estão carregando o vírus mas que ainda não apresentam qualquer tipo de sintoma.