Um caso de sacrifício de um cachorro no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, acabou causando uma grande polemica no país. De acordo com as informações que foram divulgadas pela imprensa internacional, uma cadela da raça Shih Tzu saudável foi sacrificada apenas para atender uma exigência feita pela sua dona em testamento.

Cachorro saudável é sacrificado para ser sepultado junto com sua dona

A dona do cachorro faleceu no mês de março. Eu seu testamento, deixou claro que queria que a sua cachorrinha, chamada Emma, fosse enterrada junto com ela. Depois da morte da dona, a cachorra foi para um abrigo, onde ficou cerca de duas semanas.

Durante todo este tempo, o abrigo tentou ficar com a guarda legal do cachorro, enquanto o responsável legal pelas propriedades da mulher falecida entrou na justiça para reaver o cão. Quando conseguiu reaver Emma, om responsável pelo espólio levou a cadela para uma clínica veterinária, onde ela foi sacrificada.

A Shih Tzu teve o seu corpo cremado, e suas cinzas foram colocadas dentro de uma urna e depois sepultada junto ao corpo da sua dona.

Cachorro saudável é sacrificado para ser sepultado junto com sua dona

Mesmo parecendo um comportamento muito estranho por parte dos envolvidos, este é um procedimento que encontra amparo legal em boa parte dos estados americanos, incluindo na Virginia. No local, o cachorro é considerado como propriedade dos seus donos, por isso eles acabam tendo o poder de decidir o que será feito com eles, inclusive incluindo os pets nos testamentos.

Além disso, uma outra lei vigente na Virgínia autoriza os veterinários a aplicar a eutanásia em animais em praticamente qualquer situação, desde que seja o desejo do seu dono. Mas existe uma grande parcela dos veterinários que consideram a prática cruel e se recusam a fazer este tipo de procedimento.