Fofuxo.com

Cachorro perdido vira segurança de shopping

Fofuxo ganhou aposentadoria e um novo lar.

Alguns cachorros de rua conseguem ter a sorte de encontrarem um lar na casa de pessoas comuns. E outros acabam sendo adotados por empresas. É o caso do cão chamado Doc, que acabou se tornando segurança do "Shopping Palladium, no bairro Portão, em Curitiba. "

Cachorro perdido vira segurança de shopping

A história do cachorro no shopping começou quando, em um belo dia, ele simplesmente invadiu a área de carga e descarga do estabelecimento, chamado de A Doca. Foi a partir do local onde os funcionários encontraram o cão que ele acabou ganhando o seu nome: Doc.

"O primeiro a encontrar o cão foi o porteiro Sergio Bonifácio, de 46 anos. “Eu vi o cachorro entrar no shopping pela portaria da Rua Wilson de França e tomar uma água bem suja que tinha ali. Tentei levá-lo para fora, mas ele voltou”, disse. A insistência atípica do animal e sua aparência de cansaço fez com que Sérgio entrasse em contato com alguns funcionários do shopping e pedisse ajuda para encontrar os responsáveis pelo cão."

Os funcionários até tentaram encontrar os verdadeiros donos do Doc, postando fotos do cachorro nas redes sociais, mas ninguém acabou aparecendo. Os gestores do shopping acabaram fazendo uma reunião e decidiram deixar o animal no estabelecimento. Ele ganhou uma casinha, um colchonete e um cobertor, uma vez que fazia bastante frio na semana que o cão apareceu.

Cachorro perdido vira segurança de shopping

O funcionário também acabou comprando uma roupa de cachorro escrito “segurança”, e este passou a ser o seu uniforme oficial. Até mesmo crachá Doc ganhou. Acabou sendo contratado como segurança da Doca. "Já nos primeiros dias de “trabalho”, o segurança de quatro patas se tornou atração na doca e, de acordo com a psicóloga Sheila Cordeiro Abagge, que trabalha no RH do shopping, vários funcionários disputavam para passear com ele. “É um cachorro muito dócil, conquistou todo mundo”, comentou Sheila. "

Mas como o cão chegou já idoso com e com dificuldades visuais e auditivas, acabou sendo aposentado e hoje mora com um dos funcionários do shopping.

Postado em .


Pela Web

Comentários