Por Rodrigo Bueno

publicado em Notícias

Um cachorro chamado Bobby acabou se transformando no personagem principal de uma história que começou a circular com mais força nas redes sociais nas últimas semanas por ter praticamente de mudado para dentro do cemitério depois que o seu tutor faleceu.  O fato aconteceu no cemitério municipal de General Roca, em Rio Negro, na Argentina.

Cachorro passa a morar no cemitério depois da morte do dono

De acordo com as informações que circulam junto com a história, o dono do cachorro morreu há três anos. Desde então, ele acabou nunca mais saindo do cemitério, já que o seu dono acabou sendo enterrado naquele local. A história foi contada por um dos coveiros que atuam no cemitério.

O coveiro que chegou a ser entrevistado pela imprensa local trabalha no cemitério há 16 anos. Ele afirma que toda tarde quando chega, o cachorro o acompanha durante o dia, até a hora de ir embora. Segundo o profissional, quando existe algum funeral acontecendo, o cão, que se chama Bobby, costuma se deitar e ficar do lado das famílias.

Cachorro passa a morar no cemitério depois da morte do dono

O cão teria chegado ao cemitério seguindo o carro funerário que levava o seu tutor, já falecido. A família do humano falecido chegou a tentar levar o cachorro embora, mas o  pet se recusou a sair do local, sempre retornando ao cemitério. "O cãozinho ainda estava em cima do túmulo de seu dono, ele não queria sair. Eles o carregaram em uma van, mas ele saiu e voltou para o túmulo de seu mestre. Ele não quer partir, ele quer ficar com ele”, afirmou o coveiro Daniel Cisterna.

Além do coveiro, outras pessoas ajudam a manter o cachorro no local, como a professora municipal Adriana Carrasco. Ela afirma que acha melhor deixar o cão no local, ao invés de adotá-lo, justamente por acreditar que o pet se sente em casa, próximo do seu tutor.