Um dos grandes destaques de “O Artista”, filme mudo com produção francesa, lançado originalmente no ano de 2011 e que se passa em Hollywood entre os anos de 1927 e 1932 foi o cachorrinho Uggie. O pet conseguiu realmente roubar a cena em diversas aparições ao lado de um elenco premiado, composto por nomes como Jean Dujardin, Bérénice Bejo, James Cromwell, Missi Pyle, Penelope Ann Miller e John Goodman.

Cachorro do filme “O Artista” ganha homenagem póstuma

Agora, o cachorrinho recebeu uma homenagem póstuma, sendo coroado com o prêmio “Palm Dog of Palm Dogs”, sendo considerado como o maior vencedor canino dos 20 anos de história da premiação.

O cachorrinho faleceu no ano de 2015, quando tinha 13 anos, sendo vítima de um câncer de próstata. Segundo a agência Reuters, apesar de a pandemia ter afetado o Festival de Cannes, Toby Rose, organizador do Palm Dog, estava determinado a seguir com a premiação, geralmente entregue com o evento, na França. “É o principal e mais importante prêmio para cães na telona…e está cada vez maior”, afirmou.

Cachorro do filme “O Artista” ganha homenagem póstuma

“Uggie ficaria muito orgulhoso disso”, disse seu treinador, Omar von Muller, ao receber o troféu de coleira em sua casa em Los Angeles. Mas essa não seria a primeira vez que o cachorro ganharia um grande prêmio. No ano de 2011, ele levou para casa o Pata de Ouro no Festival de Cannes como melhor performance canina em um filme exibido em Cannes.

O cachorro fez história também ao ser o primeiro canino a deixar suas impressões ao lado de nomes como Marilyn Monroe e Clark Gable em frente ao Grauman’s Chinese Theater de Hollywood. Sem contar as inúmeras aparições que ele fez em programas de televisão, incluindo a participação na cerimônia do Globo de Ouro e do Oscar.

O cachorrinho conseguiu todo esse destaque depois de uma história triste. Quando filhote, ele acabou sendo abandonado e foi parar em um canil público, tendo sido posteriormente resgatado pelo seu criador Omar Von Muller.