Por Rodrigo Bueno

publicado em Notícias

Um cachorro de apenas quatro meses de vida que estava em péssimas condições de saúde acabou ganhando uma nova chance na sua vida para se tornar um querido mascote de uma república de estudantes. De acordo com as informações que foram divulgadas, o cão em questão sofria maus-tratos do próprio dono, que foi multado no valor de R$ 3 mil a partir de um laudo feito por um veterinário.

Cachorro é adotado e se transforma em mascote de república

No momento que ele foi encaminhado para um profissional da área da saúde animal, o pet estava com ferimentos, mau cheiro, infecção e sinais de desnutrição. Depois que ele recebeu tratamento, ficou sob os cuidados de uma protetora de animais em um abrigo.

A protetora, chamada Julia, afirmou que o animal chegou na suas mãos totalmente desacreditado de si mesmo e morrendo de medo, chegando a urinar sempre que alguém se aproximava. Mas ela fez um grande trabalho não apenas de tratamento de saúde como também psicológico.

E isso acabou fazendo com que a foto do pet chegasse até as mãos de estudantes moradores de uma república na cidade de Catanduva, em São Paulo. Eles já estavam procurando um cachorro de estimação e acabaram gostando muito das fotos do cão, chamado Jordan.

Cachorro é adotado e se transforma em mascote de república

Um dos estudantes, chamado Luz Francisco Braga, procurou o abrigo mostrando interesse em levar o cachorro para casa. Como parte de um procedimento de adoção responsável, o estudante passou por uma série de entrevistas, para que pudessem selecionar os melhores tutores possíveis para um cão que já tinha passado por maus bocados na sua vida.

A república, fundada em 2009, já teve outra mascote, mas um dos jovens acabou levando o pet junto quando foi embora, pois estava apegado demais ao animal. O estudante Murillo Adami afirma que todos gostam muito de cachorros e procuravam muito por um e que não poderiam ter encontrado uma mascote melhor.

Hoje, Jordan realmente ganhou uma vida completamente nova, com 9 meses de vida, completamente recuperado. Ele recebe acompanhamento de uma veterinária e passa por adestramento, que começou quando ele ainda estava no abrigo. Agora, os sete jovens da república dão muito amor e carinho para o pet, que ganhou um lar para o resto da sua vida.