Fofuxo.com

Saiba mais sobre a demência em cães idosos

Entenda como este problema afeta a vida de todos ao redor do animal.

Hoje em dia os animais domésticos estão conseguindo viver, em média, mais do que em gerações anteriores, da mesma forma que acontece com os humanos. Os motivos são variados, mas principalmente por causa dos cuidados relacionados a alimentação e também as novas técnicas veterinárias que permitem prolongar a vida dos animais.

Saiba mais sobre a demência em cães idosos

Mas este prolongamento da idade dos cães também acabam gerando alguns outros problemas de saúde, como é o caso da demência. Trata-se de um conjunto de fatores que leva o cachorro a ter alguns problemas com o passar dos anos.

Sinais clínicos

Saiba mais sobre a demência em cães idososExistem muitos sinais clínicos que podem indicar que o seu cachorro já está sofrendo deste tipo de problema.

A perda da orientação espacial é um dos primeiros que surgem. Os animais não conseguem mais andar no espaço que estava acostumado sem se bater ou se perder. Geralmente ele começa a chorar, como se estivesse perdido no canto. Alguns donos não prestam atenção nestes sintomas, mas pode significar sim que ele já esteja com algum problema mais grave.

As eliminações de fezes e urina em locais inadequados também faz parte destes sinais. Isso acontece porque o animal vai perdendo a sua memória, e consequentemente não consegue mais lembrar dos locais corretos que forma ensinados durante o treinamento para as suas necessidades.

Os cachorros também tendem a começar a se relacionar menos com os humanos do que anteriormente, inclusive com seus donos. Além disso, em muitos casos a confusão é tanta que os animais podem ficar raivosos.

Tratamento

Infelizmente não existem muitos tratamentos que podem ser realizados para resolver por completo os problemas relacionados a esta doença, que pode ser comprada com o Mal de Alzheimer nos humanos. Mas hoje em dia existem alguns tratamentos com drogas que podem prolongar a vida com um pouco mais de qualidade.

Para mais informações, procure o seu veterinário de confiança. 

Postado em .


Pela Web

Comentários