Com a chegada do frio mais intenso em muitas regiões do Brasil, muitos tutores acabam aumentando a dose de preocupação com seus pets. Durante o inverno, qualquer espirro pode acabar se tornando motivo de tensão por parte das pessoas que estão ao redor do animal de estimação.

Saiba o que fazer se o seu cachorro começa a espirrar muito

Mas, antes de sair correndo para o veterinário depois do primeiro espirro, é importante prestar atenção na frequência com que isso acontece e também em qual ambiente da casa estes espirros acontecem. Estas informações podem ajudar a entender o que o animal está sentindo e se realmente é algo mais sério.

Assim como os humanos, os cães podem espirrar pelos mais variados motivos: pode ser até uma defesa natural contra alguma substância irritante à mucosa nasal. Mas, quando os espirros são acompanhados por outros sinais, é importante ficar atento.

Por exemplo, quando o cachorro espirra depois da limpeza de casa, pode ser sinal de alergia ao cheiro de determinado produto de limpeza que está sendo utilizado. Caso o cachorro espirre mais quando está perto de carpetes ou de tapetes, pode ser sinal de que ele está espirrando justamente pela poeira que pode estar ali acumulada.

Saiba o que fazer se o seu cachorro começa a espirrar muito

Outro momento bastante comum para os espirros em cachorros é logo depois do banho. E, na grande maioria dos casos, não está relacionado ao fato do cão estar molhado ou experimentar alguma alteração de temperatura. Mais uma vez o cheiro dos produtos que são utilizados neste momento, como shampoos e perfumes, pode ser a causa.

Mas os espirros devem ser levados mais a sério quando eles surgem acompanhados de outros sinais, tais como:

  • Secreção esverdeada
  • Tosse canina
  • Desânimo
  • Falta de apetite
  • Febre

Em qualquer um destes casos, o mais indicado é levar o animal imediatamente ao veterinário.