Muitas pessoas que convivem diariamente com seus gatos acabam percebendo que os felinos podem acabar desenvolvendo um mau hálito. Este sinal pode indicar algum tipo de problema relacionado à higiene bucal dos gatos, mas também pode acabar indicando um possível problema de saúde.

Entenda as causas do mau hálito em gatos

Existem uma série de fatores que podem acabar influenciando diretamente o cheiro que é exalado da boca do gato, sendo que, na maioria dos casos, estes elementos acabam sendo combinados.

Confira algumas das principais causas:

Problemas bucais

Assim como os humanos, os gatos também podem acabar desenvolvendo alguns tipos de problemas na boca, sendo que grande parte deles estão diretamente relacionados com a higiene. O surgimento de gengivite e tártaro, por exemplo, estão entre as causas mais comuns de mau hálito entre os felinos. Este problema pode ser identificado com uma vermelhidão ao longo das gengivas, salivação excessiva e falta de apetite, que acaba sendo em decorrência da dor.

Estomatite

Entenda as causas do mau hálito em gatos

Essa é uma doença que também pode acabar sendo identificada pelo cheiro que acaba sendo exalado da boca do gato, mas que acaba sendo bem mais interna do que aquelas que aparecem na região da boca. Ela é caracterizada basicamente por uma inflamação ou ulceração das mucosas.

Pólipos

Este já pode ser considerado como um problema mais grave de saúde, que acaba tendo uma grande quantidade de sintomas e que pode acabar causando o mau hálito nos gatos. Basicamente os pólipos são tumores benignos que podem acabar se desenvolvendo em diversas regiões do corpo. Mas aqueles que acabam gerando o mau hálito geralmente surgem nas cavidades nasais e na faringe.

Refluxo

O problema é bastante conhecido pelos humanos, uma vez que acaba sendo bastante comum entre as pessoas. Trata-se de uma condição médica na qual o suco gástrico volta para o esôfago. Este movimento também pode acabar causando o mau hálito, e pode ser causado por outros problemas de saúde ou por problemas relacionados a alimentação.