Os felinos contam com uma série de doenças que acabam se tornando mais comuns em animais desta espécie. Um dos problemas de saúde mais comuns é a chamada Doença do Trato Urinário Inferior dos Felinos, que costuma ser chamado mais pela sigla DTUIF. O problema acontece quando existe um acúmulo dos minerais produzidos na urina do gato dentro da bexiga e da uretra do animal.

DTUIF – Saiba como tratar a doença em gatos

Quando isso acontece, a grande quantidade de cristais dentro do organismo dos animais irrita a mucosa do trato urinário e podem se agrupar formando pequenos grânulos na bexiga ou obstruir o fluxo urinário. Este tipo de problema costuma ser mais comum em gatos machos, e quando não tratado da forma correta pode ser fatal.

Existem alguns sinais que podem despertar a atenção dos humanos para algo de errado. Os felinos com este problema geralmente lambem excessivamente os genitais, urinam pequ9enas quantidades ao longo de diversas vezes ao dia, urinam em locais que não são os mais comuns, além de apresentar sangue na urina em determinas vezes. Quando existe uma obstrução total causa depressão, perda do apetite, vômito e eventualmente coma e morte.

Existem diversos fatores que podem acabar causando este problema nos felinos, tais como infecção viral e bacteriana, alimentação, obesidade, redução da atividade física, baixa ingestão de água e retenção prolongada de urina.

Tratamento para DTUIF

DTUIF – Saiba como tratar a doença em gatos

A doença pode ser considerada como uma emergência veterinária que precisa de atenção imediata. Muitos felinos acabam precisando ser hospitalizados para que eles recebam um tratamento mais adequado.

O tratamento deve ser feito com procedimentos que consiste na desobstrução do canal uretral, permitindo o livre fluxo urinário, tratamento das possíveis infecções concomitantes, correção da desidratação quando presente e instituição da dieta adequada como forma de terapia. Em alguns casos mesmo com o tratamento, os pacientes podem morrer por insuficiência renal irreversível.

Para ajudar a evitar este problema, os donos dos gatos devem tomar um cuidado com a dieta dos felinos. A recomendação deve ser feita pelos veterinários, e devem contemplar especialmente o controle dos níveis minerais, além de fazer com que os gatos bebam mais água.