Ninguém compra ou adota um pequeno cachorro de estimação pensando na sua morte, mas infelizmente sabemos que um dia este dia vai chegar. Afinal de contas, o tempo médio de vida de um cachorro é de cerca de 10 anos, dependendo da raça. Ou seja, se você possui cachorros, é muito provável que eles vão morrer antes de você.

O que fazer com o cachorro depois da morte?

Mas a primeira vez que isso acontece sempre é mais desgastante, sentir a dor da perda de um amigo, pois é esta relação que muitos donos possuem com seus cachorros. Além disso, outra dificuldade está em saber o que deve ser feito naquele momento. O que fazer quando um cachorro morre? Será que as pessoas podem sair e enterrar o seu amigo em qualquer lugar? Será que o correto é jogar ele no lixo?

Existem algumas alternativas que são as corretas quando estamos falando do enterro de um animal de estimação. Confira quais são elas:

Clínicas e centros veterinários

Uma das possibilidades está em levar o animal morto para uma clínica ou centro de recolhimento de animais da sua cidade. Geralmente algumas clínicas recolhem estes animais, já que a prefeitura recolhe o lixo gerado neste tipo de estabelecimento como se fosse hospitalar. Este lixo geralmente acaba sendo incinerado.

Cemitério de animais e Crematórios

Existem muitas grandes cidades que já contam com locais próprios para enterrar animais. Existe a possibilidade que ele seja público, administrado pela prefeitura e que as pessoas não precisam pagar nada, ou privado, onde as pessoas precisam pagar para enterrar seus animais. Alguns locais também contam com crematórios, que podem fazer o mesmo trabalho feito com os humanos. Os donos podem ainda escolher se desejam ficar com as cinzas do seu cachorro