Fofuxo.com

Dicas para acabar com as brigas entre gatos

Donos podem treinar os felinos para se reaproximarem, evitando assim os problemas.

Os gatos que são criados juntos desde filhotes geralmente não acabam tendo problemas relacionados com a presença de outros gatos no mesmo ambiente. Mas o mesmo não pode se falar de gatos adultos que acabam tendo que conviver com outros gatos de uma hora para outra. É muito comum que os felinos não aceitem facilmente a presença de outro da mesma espécie no mesmo espaço.

Dicas para acabar com as brigas entre gatos

São questões de puro instinto. Eles acabam enxergando nos outros gatos um possível impedimento na hora de conseguir comida, território e também nas questões relacionadas a reprodução (no caso dos gatos que não castrados).

Mas apesar deste encontro geralmente resultar em conflitos, é bem possível que os donos consigam apaziguar os ânimos treinando estes gatos para que consigam conviver de forma harmoniosa.

Evitando motivos

Antes de mais nada, é muito importante que os donos acabem não dando motivos para que estes gatos. Não que esses briguem apenas quando o dono dá motivo, eles são bem capazes de encontra-los sozinhos, mas é importante tentar diminuir ao máximo as possibilidades de conflito.

Os gatos são animais extremamente territoriais, por isso eles precisam saber que possuem um espaço, especialmente para fazer suas refeições e também para fazer suas necessidades. Por isso, é importante que os donos separem bem os pratinhos de comida e de água dos dois ou mais gatos que estiverem convivendo no mesmo espaço.

Treino de aproximação

Nos treinos de aproximação é importante que o dono acaba se posicionando como um líder perante os gatos. É importante que o gato mais agressivo, que geralmente será aquele que chegou primeiro no espaço, não se sinta capaz de expulsar o outro. E o que está chegando também precisa se sentir mais seguro.

Este treino deve ser feito aos poucos, mantendo os gatos dentro de caixas protetoras até que o outro gato fique menos agressivo.

Durante estas tentativas de aproximação, todas as tentativas de briga devem ser reprimidas. Para isso, o dono deve borrifar água no focinho do mais agressivo.

E quando os gatos conseguirem conviver de forma pacífica, é importante que eles recebam agrados, como petiscos gostosos. Mas lembre-se que os alimentos devem ser dados para os dois. 

Postado em .


Pela Web

Comentários