Fofuxo.com

Dicas para ajudar na escolha do pet

Saiba o que deve ser levado em conta na hora de comprar um novo animal de estimação.

Está pensando em adquirir um pet novo? Então saiba o que deve ser levado em consideração antes de levar o seu novo amigo para casa:

Dicas para ajudar na escolha do pet

Evite o impulso

A primeira armadilha que deve ser evitada é a compra por impulso. Isso acontece geralmente quando a família está passando por um local que vende animais junto com as crianças e os pequenos acabam se encantando com um dos pets. Mas não se engane, isso também acontece com os adultos. Lembre-se que é preciso todo um preparo para conseguir receber o seu novo amigo de estimação em casa.

Decisão em família

A decisão da compra de um pet deve passar pela família inteira. Todos que moram na mesma casa acabarão, em algum momento, se envolvendo com o animal. Por isso, é importante que todos estejam de acordo e também é fundamental que exista uma divisão de tarefas para que ninguém fique sobrecarregado.

Dicas para ajudar na escolha do petPesquisa é fundamental

Se a família nunca teve um pet de estimação antes ou se as pessoas simplesmente estão pensando em um pet diferente, a pesquisa é fundamental. Mas não se limite a perguntar somente na loja. Afinal de contas, eles, na grande maioria dos casos, estão interessado em fechar o negócio. Internet pode ser uma fonte de pesquisa interessante, mas a opinião de veterinários e especialistas podem ajudar mais.

Estilo de vida

De nada adianta comprar um pet que possui hábitos noturnos se a pessoa pretende dormir neste horário. Ou comprar um animal grande quando não se terá tempo de dar bons passeios com ele para que possa gastar as energias. O animal deve ser compatível com o seu estilo de vida. A adaptação deve acontecer de forma natural para o pet, sem que o dono tenha que forçar as situações.

Necessidades

Se no caso da família é importante que todos os moradores da mesma casa estejam envolvidos com o animal, a pessoa que mora sozinha não terá este problema. Mas, neste caso, a pergunta deve ser outra: o dono terá capacidade de oferecer as condições de vida necessárias para que o animal tenha dias saudáveis? Afinal de contas, um pet não precisa apenas de comida para viver, mas ele também precisa passear, fazer suas necessidades, e principalmente de um tempo com o seu dono.

Custos

É importante também que os futuros donos calculem todos os gastos que terão com este novo membro da família. Lembre-se que hoje em dia existem comidas especificas para serem compradas para os cães, além de outros gastos como acessórios, brinquedos, camas, casas, consultas, castração, remédios, dentre outros.

Postado em .


Pela Web

Comentários